P&A Marketing


CONSULTORIA
| Diretores | Consultoria | Trading | Administrativo |

Carlos Brando

Engenheiro com pós-graduação em nível de doutorado no MIT (EUA), fundador e sócio da P&A Marketing Internacional, empresa de marketing, consultoria e trading que coordena as exportações de equipamentos Pinhalense para café, cacau e outros produtos para mais de 100 países nos 5 continentes e assim colabora para colocá-la na liderança mundial neste setor. A P&A hoje coordena no Brasil dois programas internacionais de sustentabilidade: a Plataforma Global do Café e o “Cocoa Action”. Carlos é também fundador e sócio da agência de propaganda GSB2 e da exportadora de café QualicafeX. Este envolvimento amplo colocou o grupo de empresas em posição única em consultoria na área de café e agora de cacau, com serviços prestados aos Cafés do Brasil, Banco Mundial, Organização Internacional do Café (OIC), Fundação Mundial do Cacau (WCF) e empresas e governos ao redor do mundo. Foi esta experiência internacional e as portas abertas pela liderança mundial da Pinhalense que levaram Carlos à presidência do conselho mundial da Plataforma Global do Café, ao conselho do Coffee Quality Institute e à vice-presidência dos conselhos do INCI / Museus do Café e da Imigração hoje. No passado, Carlos foi conselheiro da UTZ Certified, hoje Rainforest Alliance, e de outras empresas e associações.

João Staut

Graduado em economia, trabalha em comércio exterior e marketing há 20 anos. Tem larga experiência em análise sensorial de café e na área de qualidade e exportação de café, além de amplos contatos no mercado nacional e internacional de café verde e industrializado. João Staut é diretor da QualicafeX, da GSB2, membro do conselho da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e atua na área de trading da P&A.

João Alberto

Graduado em Economia pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP) e mestre em economia e finanças pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). Estagiou na área agrícola da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). Trabalhou por 10 anos na consultoria econômica LCA, onde foi gerente da área de Investimentos e Finanças Corporativas e também foi gerente da área de Project Finance do Banco Votorantim

Pedro Ronca

Engenheiro agrônomo pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ/USP), com pós-graduação no Agronegócio Café pela FIA/USP e em Economia e Ciência do Café pela Universidade de Trieste / illycaffè, Itália. Consultor agronômico em produção de café, experiência com projetos de planejamento, condução e gestão de propriedades com adequação de sistemas de produção, aumento de produtividade, pós-colheita e produção de cafés especiais e consultoria estratégica de mercado, planos de negócio e uso consciente dos recursos naturais na maioria das regiões cafeeiras brasileiras. Na área de sustentabilidade, tem ampla atuação como auditor para certificação em cadeias produtivas sustentáveis, incluindo cadeia de custódia e adequação de propriedades para certificação. É produtor rural e cafeicultor no sul de MG. Gerente do Programa Brasil da Plataforma Global do Café e da Iniciativa CocoaAction Brasil da WCF (Fundação Mundial do Cacau).

Maria Fernanda Brando

Maria Fernanda estudou Relações Públicas na Universidade de São Paulo (USP), tem uma especialização em marketing da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e um MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de ter cursado empreendedorismo na Babson College, nos EUA. Maria Fernanda trabalhou como consultora na P&A entre 2006 e 2013 e retornou ao time em 2018, tendo se engajado ativamente em projetos relacionados à promoção do consumo de café, marketing institucional e comunicação. Ela tem profundo conhecimento do negócio brasileiro de café (da produção ao consumo) e já coordenou projetos de consumo no México, Costa Rica, El Salvador e Colômbia. Atualmente, Maria Fernanda atua como consultora sênior na P&A, coordenando projetos na área de café e cacau, comunicação estratégica & gerenciamento de conteúdo

Eduardo Chagas Matavelli

Eduardo Chagas Matavelli é graduado em Engenharia Agronômica pela Faculdade de Machado, tem pós-graduação em Proteção de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e MBA em Gestão Ambiental pela PUC-Poços de Caldas, MG. Ao longo dos últimos 20 anos, atuou em projetos visando à produção de cafés especiais com foco em sustentabilidade. Desde 2008, atua como auditor de variadas certificações sócio-ambientais na cafeicultura. Eduardo também trabalha com a equipe da P&A na coordenação brasileira da Plataforma Global do Café, uma iniciativa pré-competitiva abrangente que mobiliza a cadeia rumo a um setor cafeeiro sustentável, apoiando produtores por meio de projetos, ferramentas e treinamentos nas áreas de sustentabilidade ambiental, econômica e social, com atividades específicas de adaptação às mudanças climáticas, entre outros aspectos.

Tamara Barim

Tecnóloga em Comércio Exterior, graduada em Administração de Empresas pelo Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal (UNIPINHAL) e graduanda em Arquitetura e Urbanismo na Fundação de Ensino Octávio Bastos (Unifeob). Na P&A, desenvolve atividades de suporte aos projetos de consultoria da P&A.

Larissa Menegatto

Técnica em cafeicultura pela fundação Paula Souza e graduada em Administração pelo Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal (UNIPINHAL). Desenvolve atividades de pesquisa e suporte aos projetos da consultoria da P&A. Foi intercambista por um ano em Palo Alto, Califórnia, EUA.